domingo, 10 de maio de 2009

GRAFITE-Os Gêmeos


Os Gêmeos são uma dupla de irmãos gêmeos idênticoss grafiteiros de São Paulo, nascidos em 1974, cujos nomes reais são Otávio e Gustavo Pandolfo. Formados em desenho de comunicação pela Escola Técnica Estadual Carlos da Campos, começaram a pintar grafites em 1987 e gradualmente tornaram-se uma das influências mais importantes na cena local, ajudando a definir um estilo brasileiro de grafite.


Das ruas para a galeria

"Na real", dizem Otávio e Gustavo Pandolfo, 32, mais conhecidos como os grafiteiros e artistas plásticos Os Gêmeos, "a gente separa o mundo da rua e o mundo da galeria".

Foi por um caminho incomum --saindo do Cambuci, bairro paulistano de classe média em que pintaram seus primeiros muros, passando por importantes galerias norte-americanas e européias-- que os dois ligaram esses mundos.( ...)
( ...)"Começam" sua vida artística comercial por aqui, no entanto, com os mesmos empresários da linha de frente da produção artística contemporânea no Brasil. A Fortes Vilaça representa no país nomes como Vik Muniz, Nuno Ramos e Adriana Varejão. ( ...)


Peixes fora d'água

Sobre a pintura nas paredes, fazem a distinção com seu trabalho "externo": "Grafite é outra história. Fica na rua e está sujeito a qualquer coisa. Ele se modifica sem parar".

Protegidos do ar seco que bateu recordes de poluição na última semana na cidade, peixes pulam para fora d'água nos murais ao redor dos artistas, e são às vezes puxados por fios que os ligam a personagens humanos. Têm a ver com o título da exposição: "O peixe que comia estrelas cadentes".( ...)
( ...)

Rua? Que rua?
"Ficávamos desenhando durante o expediente", conta Gustavo, aparentemente o mais extrovertido da dupla. "Nos davam advertência atrás de advertência."

Ele chegou a ser promovido a escriturário. "A mim, nunca passaram de boy", diz Otávio. "Tínhamos que trampar para ganhar dinheiro e ajudar em casa", continua Gustavo. E conclui: "Mas a questão não era nem grana, era que não conseguíamos ficar por lá. Queríamos trabalhar e viver só do desenho. Tínhamos muito pouco tempo, e a vida é curta para ficar tirando extrato".
No seu discurso, o "mundo da rua", dos grafiteiros, ficou do lado de fora. "Os Gêmeos caíram nas nossas mãos porque a gente estava há uns dois ou três anos falando para todo mundo: "Queremos novos pintores". Alguém desenvolvendo um universo e um imaginário pictórico", ela diz.

"Uma colecionadora muito amiga um dia nos mostrou um livro com as obras deles. Comecei a vê-lo e disse: 'Curioso, já vi isso em algum lugar. Será que foi em alguma feira de arte?" Em que exposição?' De repente, caiu a ficha. Vi isso nos muros de São Paulo. Foi aí que eu percebi que era rua."

Fonte: Folha de S.Paulo 27/07/2006


Os Gêmeos, Nunca e Nina pintam castelo em Glasgow
Brasileiros grafitam castelo escocês do século 13 da BBCBrasil
Um dos mais importantes castelos históricos da Escócia foi pintado por quatro grafiteiros brasileiros. Os paulistanos, Nina Pandolfo, Nunca e a dupla conhecida como Os Gêmeos, viverão no castelo de Kelburn, em Ayrshire, para pintar a parede externa que contorna a fortificação.O site do projeto Graffiti diz que “os artistas terão tempo de compartilhar e explorar novas idéias de ambos os lados do Equador, culminando em um grande trabalho de arte colaborativa”.
A idéia foi sugerida ao conde de Glasgow, proprietário do castelo, por seus filhos David e Alice Boyle, inicialmente como uma solução para substituir a camada de concreto que teve de ser retirada porque estava destruindo as paredes da construção.
Entretanto, David e Alice esperam que “esta arrojada e marcante manifestação artística atraia atenção da mídia, e desafie a compreensão do público tanto em relação à arte urbana do grafite quanto à instituição britânica do castelo”.“É um projeto que faz ponte entre as dimensões rurais e urbanas, e une duas culturas bastante diferentes e orgulhosas”, dizem os organizadores.






Grafite de osgemeos no MACBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona)


Detalhe da "Fábrica dos Sonhos", de osgemeos, em fábrica na Espanha







OSGEMEOS
Painéis de madeira grafitados, uma escultura e uma instalação interativa apresentam os artistas para o RJ

Por Redação


A primeira individual da dupla paulistana osgemeos está em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Depois de passar por Curitiba, Vertigem leva aos cariocas seis grandes painéis de madeira grafitados, além de duas esculturas e uma instalação interativa.

Os gêmeos idênticos Gustavo e Otávio Pandolfo são hoje os mais aclamados nomes da street art brasileira. O reconhecimento internacional veio em exposições em Nova York, e, no ano passado, quando grafitaram a fachada da Tate Modern de Londres. Fique atento à incursão da dupla de grafiteiros por outros terrenos das artes plásticas. Os desenhos de personagens em contextos fantásticos, que antes ficavam só em painéis, agora integram obras abertas à interatividade.

Vertigem - até 24/5
Centro Cultural Banco do Brasil - RJ - Rua Primeiro de Março, 66 -21/ 3808-2020
De 3ª a dom., das 10h às 21h
Grátis

Fonte: Abril/2009 | Bravo! Indica

9 comentários:

  1. kraiu mano séloco D+ véio

    dsm_elt@hotmail.com
    add ai vai ter um encontro de graffiteiros aki em SP prox ah USP Leste domingo (dia dos pais)

    ResponderExcluir
  2. Mas que arte fantastica
    Simone Patetucho Rj/Rj.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Traabalhinho pra fazer sobre eles. Muuito daora. :3

    ResponderExcluir
  5. trabalhiinho pra fazer e ainda vou fazer um desenho e pintar que legal maxiimo :D

    ResponderExcluir